Cuil. Buscando mudanças.

Você conhece a mais nova sensação dos buscadores da Web? O Cuil (que deve ser pronunciado “cool”, que em inglês significa “legal”), já é um dos sites mais acessados do gênero. Ele foi desenvolvido por três antigos funcionários do gigante Google.

O Cuil promete selecionar informações num índice de mais de cem bilhões de páginas, além de ler melhor os dadaos presentes na Internet, se for verdade ele teria um desempenho melhor que o seu concorrente, o Google, que admite analisar 1 trilhão de páginas, sem que todas façam parte da lista apresentada.

O problema para os usuários brasileiros, é que o Cuil tem a  maioria do conteúdo em inglês. O lado bom é que ele mostra resultados com trechos das páginas, e não apenas aquela lista simples.

Para os ambientalistas, o novo buscador pode ser um importante aliado, no instante em que possui um layout todo escuro. É que algumas pessoas afirmam que menos energia seria consumida em todo o mundo, se o Google adotasse tal aparência, pois telas escuras consomem menos energia e, conseqüentemente, menos recursos naturais. O cuil ainda conta com um designe super interessante e a opção de filtragem de resultados.

Lembro de quando a grande sensação da Internet (discada) era o buscador Cadê que mostrava uma lista de sites patrocinadores ou buscava através das tags mais escritas no site (um prato cheio para spamers que digitavam uma mesma palavra-chave infinitamente).

Alguém lembra do ICQ? Bom, isso fica pra um próximo texto…

*com informações da revista ÉPOCA – editora Globo.

Paulo Alencar
Produção VIVA fortaleza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: