Cada um no seu quadrado

Há algumas postagens atrás comentei sobre o conceito de música popular. Reafirmo que não aceito a MPB como representante da música popular brasileira, pois popular é aquilo que a massa consome em dosagens generosas, ou seja, Amado Batista, Psirico, Dança do Créu e… Dança do Quadrado.

É assim desde que Cabral molhou o pé esquerdo em águas brasileiras e se deparou com as índias de vergonhas expostas. Naquela época ainda não havia tocado o primeiro sucesso de Luiz Caldas, mas, com certeza, já havia algum hit de verão.

Ritmos inesquecíveis latejaram em nossos tímpanos durante vários carnavais. Quem já estava craque nas cinco velocidades da pélvica Dança do Créu (Mc Créu) não esperava por esse novo sucesso que superou a barreira de três estações climáticas para estourar nos Ipods da garotada. A estratégia é a mesma: um refrão infame e pegajoso acompanhado por uma batida “funk carioca”, proporcionando uma interatividade corporal em passos ensaiados à exaustão em academias de todo o país.

A dança nasceu como uma brincadeira de estudantes do interior paulista e devido a capacidade viral de divulgação da internet se espalhou rapidamente. A responsável por tudo isso é a animadora de festas Sharon (ela oculta o sobrenome para não se indispor com a família). A cantora realiza shows e concede entrevistas como celebridade após aparecer em rede nacional na emissora de maior audiência no país.

Em 2007 Sharon viu um grupinho de amigos fazendo coreografias engraçadinhas como “Saci no seu quadrado”, “Robinho no seu quadrado” e “caubói no seu quadrado’ e teve a idéia de levar isso para os palcos. A coreografia tinha sido inventada mais exatamente no campus Bauru da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp) meses antes.

Depois de aumentar a letra do hit, gravou um CD e teve a canção postada no Youtube. O resto é lenda.

É incrível a capacidade de criação do povo brasileiro. Cada vez mais as danças do momento são aprimoradas com passos complexos e contextualizados cuturalmente (vide Cicarelli no seu quadrado). Se você ainda não ouviu a Dança do Quadrado é questão de tempo…

Só existem duas opções a partir de agora. Aprender a coreografia e cair na dança ou se trancar em uma caverna até o próximo verão.

Já fiz reservas para mim.

Dança do Quadrado domina as ruas do país


Paulo Alencar
Produção VIVA fortaleza

5 Respostas to “Cada um no seu quadrado”

  1. Paulo, suas postagens enriquecem o blog. São o que eu podería chamar de contribuições realmente significativas. Você também “alimenta” um blog pessoal??Se sim, passa o endereço para que possamos prestigiá-lo também.
    Abs

  2. Paulo Alencar Says:

    Samya, após vários blogs mal-sucedidos, posso dizer que sou um blogueiro insistente. É uma aventura tentar escrever coisas legais e trocar uma idéia aqui com vocês. O VIVA fortaleza e o grupo O POVO proporcionam esta alegria para nós. Por enquanto, só por aqui mesmo. Continue contribuindo conosco.🙂

  3. eu adorei essa dança do quadrado ela e muito legal bjjjjjjj

  4. oiiiiiiii meu nome e acidalia adorei essa dança espero que ela nunca se acabe ela tras mais alegria entre as pessoas achei muito legal essa dança ter existido beijos com carinho para a dança do quadradooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.

  5. Pelo amor de Deus
    é impressao minha ou vc acha a Dança do Créu mpb???
    a cultura ta f*** ultimamente hein??
    fazer o q? essa é a representaçao do Brasil no mundo hj em dia mesmo….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: