Nos tempos do cassete

Houve um tempo em que bandas do cenário alternativo de Fortaleza tentavam fazer música de qualidade sem dispor das ferramentas que atualmente qualquer garotada que arrisca os primeiros acordes em uma garagem tem acesso.

Antes do My Space ser uma realidade, os jovens inquietos da cidade distribuíam seu som, seus cartazes e panfletos entre os poucos ouvintes dispostos. Era muita inspiração, banhada por uma imensa transpiração e força de vontade, mas as limitações de estrutura e divulgação não eram capazes de superar a vontade de realizar um bom trabalho.

Entre as muitas bandas que se destacaram na época, uma delas é a Velouria, do guitarrista Régis damasceno (Cidadão Instigado e Mr. Spacemam). Em 19995, juntamente com o grupo Dead Poets, executaram um projeto audacioso: lançar um CD com música autoral. “No More Dancing Days” foi um grande feito quando não haviam tecnologias de composição de disco tão acessíveis.

A banda se apresenta hoje no palco da boate Music Box, relembrando os velhos tempos. Hoje, a banda que não existe promete fazer um bom show e mostrar o que era possível de se fazer com uma idéia na cabeça e uma guitarra na mão.

O Projeto Noise 3D comemora cinco anos do calendário cultural de Fortaleza. Hoje, 19 de abril, no Music Box (Rua José Avelino, 387 – Praia de Iracema) a partir da 23 horas. Ingresso: R$ 10 com direito a consumação de R$ 5. Velouria, Dj Dado e Dj Denis Dead.

Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar – Tel.: 3219 3699

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: